terça-feira, 30 de abril de 2013

Pacific "Destructive" Rim

Mas aquilo era mesmo um "Navio" transformado em arma de arremesso ?

O "miúdo" que recebeu um dia 22 minutos de aplausos em Cannes, esta de regresso neste Pacific Rim ;)




segunda-feira, 29 de abril de 2013

Iron Man 3 (2013)

Acabei de ver: Iron Man 3 (2013)

E este novo filme do homem de ferro deixou-me com um misto de gostei e não gostei que não estava mesmo nada à espera...

Jon Favreau passou a realização do filme a Shane Black, que eu gosto de recordar como um dos mercenários do Major Dutch no filme o Predador... ah pois ;)

Mas Shane Black sai-se bem e não vejo este novo filme do Iron Man inferior aos outros dois. O que até não é difícil ser melhor que o segundo. Mais uma vez Robert Downey Jr. tá como peixe na agua na pele do herói de ferro, e domina o elenco a frente do Ben Kingsley igualmente muito bem como Manderim, o inimigo de Tony Stark neste terceiro capitulo.

Por entre às habituais aventuras que se espera sempre desta personagem Stark/Iron Man, damos com o ricaço a ter ataques de ansiedade. Mas vá lá a declarar o seu amor a sua antes assistente e bela Pepper Potts. Esta personagem, a Potts faz uma Gwyneth Paltrow lindíssima mais uma vez ;)

Tecnicamente o filme sai muito por cima com especial destaque para a cena onde o casarão de Stark vai abaixo e que só não é melhor devido à "escuridão" proporcionada pela exibição em 3D.

Mas o problema deste filme mesmo que se encontre bem encaminhado para sequelas, é que o vilão não foi tratado como eu estava à espera e como é dos grandes filmes. Vão ter que ver o filme para perceber isso, não levanto SPOILERS e até admito que essa descoberta se torne numa boa surpresa. O que eu não acho!

Depois é todas aquelas brincadeiras do Stark com os seus fatos que resultam em inúmeras situações cómicas que acabam não meu ver por "apalhaçar" a obra exageradamente. Detesto quando isso acontece e quando vejo os filmes sucumbir aos seus compromissos comerciais. A Marvel terá que ter muito mais cuidado no futuro...

Domingo à tarde na TV com a família reunida este Iron Man 3 marca pontos ;(

sábado, 27 de abril de 2013

BitTorrent Sync no Raspberry Pi

Este novo serviço lançado sobre o mais popular dos protocolos P2P é quanto a mim uma nova revolução que esta para chegar e que dará novos contornos a partilha de ficheiros. O BitTorrent Sync!



Se pensávamos que já nada parava a nuvem computacional pimba, chega-nos agora este serviço capaz de concorrer de forma vencedora sobres outros serviços como a Dropbox que até já nos habituarmos a usar no dia a dia...

Oblivion (2013)

Acabei de ver: Oblivion (2013)

Tom Cruise esta de regresso com este "Oblivion" e lá vai somando bons filmes atrás uns dos outros (esqueci-me da fazer uma review do Jack Reacher)...

Neste filme Cruise interpreta outro Jack (Jack Harper), um mecânico que vive com a sua companheira num futuro não muito distante (2077), depois de uma guerra nuclear com Aliens ter mudado a face do planeta terra.  Jack Harper é um reparador de drones que vai ao terreno resolver os problemas desses drones mecânicos. Estas maquinas aqui chamadas de drones, protegem e são sentinelas numa operação de extrair recursos vitais para a vida em Titã. Uma estação especial onde vivem os humanos.

Jack vive constantemente com memorias passadas e sonhos que parecem reais mas não se lembra de mais nada, do passado tal como a sua companheira que não partilha nem aparece nos seus sonhos... estranhamente. Mas tudo isto acaba por mudar quando Harper encontra uma humana que acaba de aterrar no planeta terra. Esta é a figura central dos sonhos de Harper (Olga Kurylenko).

Escrito em parte pelo realizador de Tron Legacy  (Joseph Kosinski), Oblivion é daqueles filmes que sempre digo que foram idealizados a partir do seu final. Não digo que existe um twist no fim, mas sim vários seguidos com inúmeras reviravoltas que tornam este Oblivion num belo filme de SciFi! Fabuloso final digno dos melhores filmes do gênero e que só por si merece ser visto e revisto ;)

Soberba realização de Kosinski com belas paisagens num planeta terra pós-apocalíptico muito bem criado. Grande banda sonora e onde não faltam também muitos e bons elementos de ficção cientifica como a nave (bubble ship) onde Harper faz às  suas viagens rotineiras de reparação. É espetacular...

Ainda assim existe algo que destrói um pouco o filme... O argumento deixa-nos baralhados a meio do filme e no mau sentido. Revelando alguma falta de cuidado na cena onde surge a Júlia (Olga Kurylenko). Pelo menos acho que esta cena é tão importante que deveria ser mais elaborada e não transformada num acaso demasiado estranho como afinal parece. Pessoalmente detesto que isso aconteça como acontece neste filme... de outro modo poderia dizer que este Oblivion era dos meus filmes preferidos dentro do gênero. Droga! ;(

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Streamripper no Raspberry Pi

Quem é que têm saudades dos tempos dos discos pedidos e das gravações de radio FM feitas em cassete ? Lembro-me de passar horas e horas às vezes a ver se apanhava aquela musica especial para depois quando surgia... lá aparecia o "maldito" do locutor a estragar a gravação ;)


Tempos que já não voltam mas que podemos repetir de alguma forma com as novas tecnologias e digitalmente. Por isso se têm um Raspberry Pi que tal usa-lo para ripar estações de radio via internet ? E o melhor de tudo é que nem precisam estar presentes para carregar nos botões de PAUSE e REC 

É no seguimento dos meus tutorias para o pequeno computador de 35 dólares que hoje vou instalar o Streamripper. Um programa bem levezinho que corre em modo consola e que é capaz de ripar estações de radio online em ficheiros .MP3!


Usando a distribuição oficial do Raspbian e acedendo a ele por SSH:

Instalamos o Streamripper que se encontra nos repositórios oficiais do Raspbian:

sudo apt-get install streamripper

Para correr o programa basta digitar:

streamripper

E vão aparecer opções que podemos usar com o streamripper, e que até podem ser vistas mais detalhadamente se digitarem:

man streamripper

Mas para rapidamente usarmos o programa basta digitar:

streamripper http://url_da_estação_de_radio

O streamripper grava então musicas com os nomes correctos dentro de uma pasta com o nome da estação que estão a gravar. Essa pasta fica na directoria onde correm o comando streamripper. Caso o streamripper não reconheça a musica ou fique incompleta essa vai para a respectiva sub-pasta dos ficheiros incompletos.

Mais fácil ou de um modo mais organizado corremos o streamripper + estação de radio + o directório onde queremos os ficheiros gravados com o comando -d, assim:

streamripper http://url_da_estação_de_radio -d /media/USB/

Existem milhares de estações de radio na internet, dêem uma saltada por exemplo só na SHOUTcast e certifiquem-se que o Raspberry têm espaço suficiente se tencionam que ele fique noites inteiras gravando musicas.


Com isto espero que não deixem de comprar CDs... afinal o botão do REC já existia também nos Walkmans e nos sistemas Hi-Fi de antigamente ;)

domingo, 21 de abril de 2013

Lycamobile e Tweakker APN

Hoje lá arranjei um tempinho para experimentar o meu cartão SIM da Lycamobile que chegou na sexta-feira passada...

Esta operadora móvel de telecomunicações dispõe de uns tarifários que parecem  bons de mais para ser verdade. Pelo menos na parte que toca à internet móvel é bem melhor que qualquer uma das três operadoras mais conhecidas!


O cartão SIM é gratuito, e o tarifário base têm chamadas e SMS gratuitos entre "Lycas". Para outras redes são cobrados 8 cêntimos e a internet são 5GB mensais de dados sem qualquer custo adicional!!! Ou seja é gratuita só com a obrigação de efectuar uma chamada ou um SMS a cada três meses. Mesmo que algo me escape nisto tudo que parece fruta à mais, existe a "hipótese" do carregamento mínimo de 5€ ;)

Já testei algumas chamadas e não tive qualquer problema (É estrutura Vodafone), o cartão vêm com 0.50€ de saldo e pronto a usar. Quanto a net móvel consegui uma velocidade de acesso medida pelo SpeedTest de 1.17Mbps de downloads e 2.11Mbps de uploads. A velocidade de uploads é o dobro da minha ADSL!

A configuração da net foi feita com uma app disponível no Google Play, a Tweakker APN que de forma automática reconhece o cartão SIM da Lycamobile e efectua todas às configurações necessárias para o acesso às redes moveis de dados. Apenas foi necessário activar antes o roaming de dados no meu smartphone Android.

Ainda experimentei o funcionamento de net partilhada por HotSpot Wifi com outra app descarregada do Google Play, a FoxFi já que nas definições do Android não consegui que funciona-se sem uma segunda app.

Isto assim é que é poupar em mensalidades... ;) Vou ter mesmo que aproveitar e sugiro que vocês façam o mesmo, pelo menos a ver se às nossas operadoras se mexem de uma vez por todas!

Via (AadM)

sábado, 20 de abril de 2013

Homem de Aço: Trailer de Cinema

Ainda a semana passada estive a rever... ou melhor a ver pela primeira vez o Superman 2, mas a versão de Richard Donner editada em 2006!

Uma oportunidade para conhecer o verdadeiro Superman 2 como foi pensado pelo realizador do primeiro filme. Entre muitas cenas novas que não se encontram na versão de cinema e na versão do Richard Lester, continua lá a mítica cena do restaurante onde o Christopher Reeve já sem poderes leva uma surra.... ;)

Agora este ano no Verão vamos lá ver o que é que este Man of Steel do Zack Snyder consegue fazer perante a serie de filmes do Super-homem que foram muito bons apenas nos dois primeiros filmes.

Este estilo épico e moderno promete e dentro do elenco escolhido o General ZOD por Michael Shannon não podia ter melhor escolha!

sábado, 13 de abril de 2013

JDownloader no Raspberry Pi

Afinal o JDownloader também pode fazer parte dos programinhas que tenho instalado no meu económico e "headless system" que é o Raspberry Pi!

Usando os plugins do JDownloader como o Web Interface e o Remote Control podemos ter o mais popular dos gestores de download por http a rodar no pequeno RPi. Uma aplicação Java que até é reconhecida por ser bastante pesada a rodar muito bem no sistema Raspbian e usando até poucos recursos deste!


Para usar o JDownloader no Raspbian é preciso um servidor X11 a correr que no caso é o LXDE que vêm por defeito na distribuição do Raspbian oficial. Não é preciso nem recomendável ter o servidor X a arrancar no boot, já que vamos instalar o VNC com este a criar o "Display" virtual que o JDownloader precisa para correr. Não esquecer também que é preciso instalar o Java no Raspbian, com essa escolha a reservar-se só ao JavaFX da Oracle. Este é um Java optimizado para ARM e para o hardware do RPi usando às características "hard float" deste.

Noutro dos meus tutoriais instalei o pyLoad que é uma aplicação em python e uma excelente alternativa ao próprio JDownloader. Mas o JDownloader é uma aplicação mais popular e com um maior numero de aplicações e de extensões para acesso remoto a partir de outros computadores e de outros dispositivos moveis como é a intenção deste artigo e tutorial.

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Elysium (Trailer)

Finalmente o primeiríssimo trailer de Elysium que como sabem é o mais recente trabalho do autor do District 9, o jovem Neil Blomkamp!

Provavelmente este é mesmo o filme que mais quero ver este ano, e depois de ver estas primeiras imagens parece-me que a "formula" do District 9 esta lá. Veremos é se este Elysium consegue sair por cima num ano com tantos filmes SciFi e que inevitavelmente vamos começar a achar parecidos, alguns logo nos cartazes ;)

Esta prometida uma ida ao cinema para este:

domingo, 7 de abril de 2013

Engadget Ouya Review

No site da Engadget a Ouya já teve direito a uma review...

No geral a review não é muito positiva principalmente com o comando a ser bastante "massacrado".

Mesmo tratando-se de uma modelo inicial para os que suportaram monetariamente o projecto no KickStarter, como é este modelo em analise. Não acredito que até Junho na altura do lançamento da consola às debilidades aqui apresentadas fiquem resolvidas. 

Mas também não me parece que seja uma review mais fraquita que abale esta Ouya que como sabemos é uma consola aberta e barata que quiçá será capaz de trazer um novo significado à palavra "hack".

Eu mal posso esperar por começar a brincar com uma... ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...