terça-feira, 30 de julho de 2013

BeagleBone GamingCape

Muito artística esta modificação que transforma uma BeagleBoard Black, numa consola portátil tipo GameBoy de primeira geração!

A BeagleBoard sendo uma board concorrente do RPi, pode dizer-se que têm uma "Mod" ao nível do melhor que vimos no Raspberry. Muito bom mesmo... ;)

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Raspberry Pi mais rápido usando um disco USB!

Como eu acabei por mudar o sistema do Raspbian do SDcard para um disco rígido ligado ao Raspberry por USB...

Esta ideia já não é propriamente nova mas acabou por sair mais reforçada quando chega a altura de retirar o máximo do pequeno RPi. Nos últimos meses às melhorias na firmware desta board permitem já ter um sistema estável ligado durante semanas seguidas usando os modos overclock, entre os quais o modo "High Turbo a 1.0Ghz"!!

Nos cartões de memoria, mesmo aqueles de classe 10 e todos os outros que dizem ser rápidos, não se consegue ter um sistema estável sem ser por USB. Por mim esta "teoria" lida nos foruns do Raspberry já foi comprovada. Um dos meus "RPis" nem arranca em modo turbo a partir do SDCard, ou quando arranca bloqueia logo depois. Já por USB, mesmo que seja um penUSB das mais antiguitas arranca e funciona que nem uma beleza ;)


Esta troca até pode pensar-se que é um pouco complicada, para mais quando já temos todo o sistema configurado e não queremos perder nada e nem por sombras começar do zero. 

Sinceramente a maioria dos how-tos que tenho visto para fazer isso são complicados à brava ou têm coisas a mais. Trocar o sistema do Raspbian do SDcard para um disco ou uma pen ligada por USB é muito mais fácil do que pode parecer inicialmente...

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Agora sim, o Google reinventou a roda!

A verdade é que esta novidade conhecida ainda há instantes pode mesmo revolucionar os televisores na forma como poderemos ligar a eles um computador, smartphone, ou um tablet independentemente do seu sistema operativo. Basta apenas que a aplicação suporte este Chromecast! 

Com isto temos só a prova de que esta "Era Digital" do streaming e dos conteúdos na web esta ainda praticamente a começar ;)

Imaginem só isto aliado aos jogos através de streaming na web...

 

domingo, 21 de julho de 2013

Gadget com 4 rodas: Tesla Model S

Depois de conhecer este espectacular carro através da review da IGN, faz-me pensar que este é um dos poucos gadgets em que andamos com ele "dentro dele"! Ao contraio dos outros gadgets mais pequenos que trazemos connosco ;)

Fico também a pensar que com tanta tecnologia presente nesta bomba automóvel, será que o software também é actualizável ou daqui por um ano ficamos desactualizados!

O Cristiano Ronaldo devia encher mais a garagem com um destes, é que nunca ele teve um carro à pilhas tão bom como este ;)

sábado, 13 de julho de 2013

Trance (2013)

Acabei de ver: Trance (2013)

Este novo filme marca o regresso do realizador Danny Boyle ao cinema depois da passagem pelos jogos olímpicos de Londres. No elenco um trio de actores competentes como são James McAvoy que está excelente, Vincent Cassel sempre com o ar de vilão que lhes é característico, e a Rosário Dawson com cenas em nu integral ;)

Tudo gira em torno de um quadro roubado que acaba perdido algures. A exploração da mente e psique humana através da hipnose surge com uma solução para encontrar a valiosa obra de arte, o quadro!

Cheio de twists e reviravoltas que chegam para surpreender o mais esperto dos cinéfilos, este Trance só peca talvez por ter demasiadas voltas no enredo, embora estas sejam sempre bem explicadas no decorrer da fita com uma óptima montagem. São mesmo muitas surpresas grandes e pequenas e que somadas dão o grande twist final ;)

A banda sonora é muito boa para marcar o ritmo do filme, Boyle continua pois a saber escolher bem os temas sonoros para os seus filmes que afinal nunca são maus!

Não é como o Bilionário...  mas vale a pena ser visto.

terça-feira, 9 de julho de 2013

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Man of Steel (2013) IMAX 3D

Acabei de ver: Man of Steel (2013)

E este aguardado Man of Steel acabou por ser mesmo o meu primeiro filme visto em IMAX, na nova sala de cinema que abriu recentemente no Colombo. E começando por falar nessa nova experiência devo dizer que fiquei impressionado com a imagem proporcionada pela tela e fita em IMAX. Salta logo à vista a clareza da imagem, muito mais brilhante e a proporcionar uma experiência 3D melhor que nos outros cinemas. Mesmo este Man of Steel que foi convertido à posteriori não ficou nada mal na fotografia ;)

Já no capitulo sonoro aquilo têm um potencia do caraças e que até acho um pouco exagerada. Parece-me que o pessoal com ouvidos mais sensíveis poderão ter dificuldades em habituar-se ao som durante a reprodução do filme. Para esses, muitos sustos e vibrações constantes é o que podem esperar...

Mas no geral fiquei convencido com a sala, muito espaço entre às filas, embora este espaço acabe por prejudicar um pouco a inclinação das filas. Uma pessoa mais baixa atrás, com uma pessoa mais alta na sua frente vai ter dificuldades e vai acabar por ver uma cabeça no meio das legendas ;)

Não posso também de deixar de comentar a trailer do Gravity que me deixou completamente maravilhado, muito mais impressionante que o do Pacific Rim e do Elysium que também passaram no IMAX!

Mas passando já para o filme devo dizer que esperava um pouco mais e fico na duvida que se visto numa sala normal não estaria agora a comentar uma grandíssima desilusão cinematográfica. Não há duvida que filmes destes com grandes efeitos especiais e imenso CGI, são sempre obras que tenho que ver o quanto antes, mas isso só não chega, e este fora isso parece-me muito oco em conteúdo.

Para começar a introdução no planeta Krypton é bastante longa e a dar ideias de uma Space-Opera. Russel Crowe (Jor-EL) até têm boa presença e muitos minutos de filme, mas consegue estar no pior... aquela aterragem ou aquelas cenas em conjunto com a Amy Adams (Lois Lane), em que esta consegue SPOILERS eliminar alguns homem do General ZOD bem treinados são evitáveis. 

E depois isto é só um principio de pontas soltas e coisas que não percebo... Umas imagens satélite de uma nave, um apagão geral e uma mensagem transmitida em todo o lado em varias línguas em nome de ZOD foram suficientes para assustar um planeta inteiro que ainda não conhecia o homem de aço, e que não teve qualquer prova física do poder e da existência do próprio general ZOD ? E depois bem no final da fita alguém me sabe dizer se o Homem de aço conseguiu salvar aquela família dos olhos do ZOD ?

Com isto tudo não percebo porque é que precisaram de um produtor com o Nolan! Já o Zack Snyder esquecido das imagens lentas, proporciona espantosas cenas de ação e destruição, mas com a imagem a ficar um pouco distorcida e a não dar para perceber bem o que acontece. Mesmo com tanto CGI, há certamente bons truques que se podem fazer com a câmara. 

Já o elenco/personagens não é por eles que este Man of Steel não resulta melhor, os vilões são bons... principalmente aquela Faora que consegue a proeza de estar em todas às melhores cenas deste Man of Steel. Não é por acaso que encontramos muitas semelhanças entre esta Faora e a Ursa do Superman 2...  ;)


Bem pode ser que depois numa segunda visualização mais tarde em casa e depois de passada a expectativa inicial consiga ficar mais convencido... Por agora o Superman original, ou o Batman Begins continuam a ser obras de outro campeonato ;)

E hoje chegou-me isto pelo correio...


Tinha feito a pré-reserva no final do ano passado, hoje finalmente chegou pelo correio como "gift".

Na próxima semana e depois de a experimentar bem, fica prometida uma pequena analise sobre esta nova consola Android, a Ouya.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...