sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Maravilha de Cartaz!


terça-feira, 24 de janeiro de 2017

A Monster Calls (2016)

Acabei de ver: A Monster Calls (2016)

É impossível falar neste filme sem pensar na obra-prima do Del Toro que é o Pan's Labyrinth. Às semelhanças são muitas que vão muito além de partilharem um conto, uma historia semelhante de crianças mas para adultos. Mas adiantando já um pouco... Monster Calls não tem a musica do filme de 2006 nem coisa que se pareça!

Nele assistimos a um rapaz a entrar na adolescência que vive na infeliz situação de ver a mãe a sofrer de uma doença terminal. O rapaz acaba por se refugiar num "monstro" que ele próprio cria na sua mente para lutar com a dramática situação em que vive.

Não existe qualquer tipo de horror ou cenas para assustar, pois tudo é transmitido emocionalmente em forma de arrancar uma ou duas lágrimas aos mais sensíveis.

Existem também alguns "longos" minutos de cenas de animação que contam umas outras tantas historias, e que são essas historias que nos prendem ao filme até ao derradeiro e "previsível" desfecho. Um filme bem acima da média que conta com uma soberba interpretação do jovem Lewis MacDougall. Acho que os "putos" saem-se sempre bem neste tipo de filmes ;)

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

RetroPie Arcade Stick 2

Nestes primeiros dias do ano acabei por concluir mais um Arcade Stick que tinha começado a construir nas últimas semanas dezembro de 2016. Desta vez não usei um joystick já feito como anteriormente, foi tudo feito e planeado quase do zero aproveitando algum do material que já tinha e comprando obviamente tudo o resto em falta.

Novamente a intenção era a mesma. Aproveitar mais um Raspberry... juntar o RetroPie, um stick e os botões, e todas às ligações necessárias para ter um Arcade Stick que possa movimentar entre vários monitores e televisores que tenho, ou até para transportar fora de casa e mostrar a conhecidos e amigos o que podemos fazer essencialmente com Retro Gaming.


Devo dizer que demorei bastantes horas neste projeto, desde alguma pesquisa online por este ou aquele cabo que me faltava, até à construção da caixa em madeira como planeado antes. Posso separar o projeto talvez em 3 partes:

domingo, 15 de janeiro de 2017

A última consola da Nintendo!

Ficamos a conhecer esta semana melhor a Nintendo Switch que chega já a Portugal a 3 de Março. Esta consola não é mais do que uma evolução da Wii U agora transformada num tablet com um ecrã de 6.2" que é HD a 720p. Traz consigo alguns "truques" como o seu comando ou Joy-Cons que são sem duvida a grande arma desta consola.

O preço de 330€ para Portugal é que me parecem exagerados tendo em conta a concorrência, e que não trazendo acessórios ou jogos incluídos podem colocar a Nintendo em maus lençóis. A par do grande lançamento do Zelda: Breath on the Wild, chegará também mais tarde um novo Mário com o jogo  Super Mário Odyssey que é mais um trunfo que a Nintendo deixou nesta apresentação.

O conceito é interessante, e os jogos iniciais como o Zelda e o Mário satisfarão os adeptos da marca. Para os outros isto parece-me muito pouco... Com o lançamento em Dezembro do Super Mário Run no iOS e no Android será cedo ainda para prever algo, mas esta poderá ser mesmo a última consola da Nintendo.

domingo, 8 de janeiro de 2017

The Magnificent Seven (2016)

Há filmes por aqui que são logo colocados na lista para ver sejam eles contados e recontados já varias vezes como é o caso deste The Magnificent Seven. E quando temos o super competente e tarefeiro Antoine Fuqua na realização, acompanhado mais uma vez pelo Denzel Washington é caso para dizer temos filme!

E esta nova versão dos Sete Magníficos é um filme com méritos próprios porque não consegue fazer esquecer os antigos onde é inspirado, em troca de ser um excelente filme de entretenimento ou não fosse Fuqua o seu realizador. A cena inicial digamos de apresentação... é bastante longa com o nome do filme aparecer para lá dos 10 minutos de exibição e quando o sino cai! Depois é apresentação das personagens uma a uma até ao numero sete havendo pouco espaço para o vilão que poderia e deveria ter mais tempo na fita. Mas está bom na mesma... ;)

Chris Pratt como já é habito apresenta uma personagem divertida "so far so good" e ao contrario dos Western que mostram que já não são filmes de época - Com muita pena minha - Pratt por outro lado mostra que é o ator para consumir em todo o tipo de filmes!

Fuqua e Washington tragam-me o The Equalizer 2 por favor ;)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...