sábado, 17 de abril de 2010

Fatos Mecânicos do Cinema SciFi

Nos últimos grandes blockbusters do cinema SciFi temos visto algumas armaduras mecânicas pilotáveis que normalmente os actores nos filmes usam como upgrades de força...

James Cameron usou pela primeira vez o fato mecânico em 1986 no Aliens, com a astronauta Ripley ao comando do famoso  Power-Loader que tornava Ripley tão grande e poderosa quanto a Rainha-Mãe dos Aliens na fantástica sequência final do filme. Cameron nunca tinha escrito ou dirigido o Aliens sem essa cena...

Power Loader (Aliens 1986) 


Mais recentemente James Cameron com o seu gigantesco Avatar recupera a ideia e utiliza novamente o fato mecânico em grande estilo no não menos fantástico confronto final entre o terrível Coronel Quaritch a bordo do mais avançado AMP SUIT num triplo duelo contra o Jake, a Neytiri, e o gigante Thanator!

Amp Suit (Avatar 2009)


Quem conhece o James Cameron sabe que ele é fan da animação Japonesa e também um grande admirador do cineasta Hayao Miyazaki, que é precisamente o autor de uma das melhores series de animação da minha infância, falo claro do Conan - O Rapaz do Futuro...

Essa mítica serie de 1978 passou na RTP na primeira metade dos anos 80, e nos primeiros episódios podemos ver também um fato mecânico que Miyazaki usou na serie como uma maquina-robot de ajuda para trabalho mais forçado.

Conan: O Rapaz do Futuro (1978)


Olhando para a historia e para as datas, a ideia da armadura mecânica parece ter nascido no génio de Miyazaki...

Cameron à sua maneira, utilizou a base da ideia e deu-lhes os contornos mais explosivos e espectaculares reconhecidos do seu cinema de acção, e que hoje acabamos por ver já mais vezes em outros tantos filmes como o Matrix, District 9 e em tantos outros nem tão conhecidos de serie B.

E mais se seguirão...

6 comentários:

  1. Visualmente talvez tenha sido Miyazaki mas no geral acho que o crédito vai para Robert Heinlein que em 59 escreve Starship Troopers. Joe Haldeman também deve ter servido de influência com Forever War de 74.

    ResponderEliminar
  2. Odeio ser um grammar nazi, mas na frase:

    "Cameron sua maneira, utilizou a base da ideia e deu-lhes os contornos mais explosivos e espectaculares reconhecidos do seu cinema de acção, e que hoje acabamos por ver já mais vezes em outros tantos filmes como o Matrix, District 9 e em tantos outros nem tão conhecidos de serie B."

    dever-se-ia ver:

    "Cameron à sua maneira, utilizou a base da ideia e deu-lhes os contornos mais explosivos e espectaculares reconhecidos do seu cinema de acção, e que hoje acabamos por ver já mais vezes em outros tantos filmes como o Matrix, District 9 e em tantos outros nem tão conhecidos de serie B."

    Mil perdões pela intromissão, mas odeio mau português..

    De qualquer maneira, óptimo artigo, apesar de não me lembrar dessa série particularmente, essa imagem fez-me lembrar que realmente já tinha visto essa armadura mecânica em qualquer lado..

    ResponderEliminar
  3. @João

    Só tenho a agradecer a correcção..., isto de ter um blog dá para aprender em todos os sentidos, incluindo na escrita!

    ResponderEliminar
  4. Aí está o "Conáahhh!" que referi certa vez no Brain-Mixer.
    Fazia tudo para não perder estes "macaquinhos" em pequenito.
    Bom post (fizeste o post que na altura que vi o Avatar me deu vontade de fazer também -tivesse eu tempo para tudo o que me passa pela cabeça)

    ResponderEliminar
  5. Como um novato, eu estou sempre em busca de artigos que podem me ajudar. Obrigado Wow! Obrigado! Eu sempre quis escrever no meu site algo como isso. Posso tomar parte do seu post no meu blog?

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Popular no Blogue: