Avançar para o conteúdo principal

Hyperion na minha TV

Há algum tempo atrás decidi substituir o meu kit Lightpack por uns conjunto de leds e por uma armação construída por mim para o meu "Home-Cinema" usando o agora o mais versátil Hyperion.

Não que não esteja satisfeito com o kit lightpack, mas porque cria algo mais controlável, com uma melhor distribuição dos leds, com mais luzes e sem fitas adesivas coladas por trás da TV! Depois e porque a ideia principal era obter aproveitamento dos leds a partir de qualquer fonte HDMI. "Bem esta parte ainda não esta completa...lol" - mas vamos ao que já esta a funcionar ;)

Com o lançamento em fevereiro passado do Raspberry 2, esta pequena board dá na minha opinião um media center de eleição em conjunto com o OpenELEC. Assim RPi2 + OpenELEC + Hyperion é  o que eu tencionava basicamente montar...


Praticamente comprei tudo em sites Chineses como a DX e a AliExpress. Só a armação em alumínio, os parafusos e às abraçadeiras de plastico comprei no AKI. 

Nesta montagem podia ligar diretamente os leds ao Raspberry, mas por mais alguns €uros adquiri um Arduino UNO para ligar os leds por USB ao Raspberry e assim ficar com um setup mais arrumado na minha opinião. E também porque já tenho os pinos GPIO ocupados no Raspberry.

Não vou descrever passo a passo como fiz isto, porque daria um super-post aqui no blogue. Até porque existem muitos e bons tutoriais e de uma forma geral com o material necessário e com os links que vou deixar - vocês conseguem fazer algo idêntico a isto em vossas casas se assim o desejarem.

1 - A primeira coisa que precisava era uma armação leve que desse para montar aproveitando alguns encaixes do meu Plasma TV. Foi o que fiz primeiro... foi ao AKI escolhi barras em alumínio, cortei-as e aparafusei-as todas com medidas corretas. Para terem uma ideia armação com os leds todos os cabos e o transformador não pesa mais que 2 quilos. E funciona tipo plug and play, nada de fitas de leds coladas ;)

2 - Já tinha um conjunto de 50 leds WS2801 de outras brincadeiras, mas como estou a falar de um Plasma de 50" precisaria de mais leds. Comprei mais 50 leds ficando no total com 100 leds, todos WS2801.

Depois foi ligar todos os leds fixando-os com abraçadeiras na armação com uma distribuição rigorosamente calculada... ehehe! Apenas porque uso o Plasma assente num móvel, não acho necessário que na moldura de baixo seja preciso o mesmo numero de leds que no topo. Só se o Plasma tivesse fixo numa parede, o que não acontece no meu caso.


Para alimentação dos leds, precisaria de pelo menos um fonte de 4A/5V. Arranjei um transformador na DX capaz de 6A/5V. Na teoria com estes 2A extras até podia alimentar o Raspberry tudo a partir de um único transformador. Liguei os leds ao transformador com ajuda de fichas CCTV e um Splitter. O Splitter usei-o mais tarde para distribuir a energia mais rapidamente pelos leds a partir do meio. Ou seja 50 leds para cada lado e não a partir de uma das pontas como inicialmente fiz!

3 - Depois programei o Arduíno UNO com o tipo e o numero de leds no meu computador e só depois montei o Arduíno na armação. Esta pode ser a parte mais difícil já que é preciso instalar o programa bem como as bibliotecas necessárias. Mas depois do código compilado e com o upload feito para o Arduíno, aquilo nunca falha ;)

Os leds são ligados diretamente ao Arduíno... e o Arduíno UNO por sua vez é ligado por USB ao Raspberry. Um computador com Linux com o hyperion instalado também funcionará caso venha a precisar de algo mais potente que o Raspberry no futuro.


4 - Finalmente depois é preciso instalar o Hyperion no OpenELEC do Raspberry. Algo também bastante fácil de fazer se seguirem este howto.

A configuração das leds, e a disposição destas é feita no computador com a ferramenta de configuração do Hyperion, o HyperCon :


Depois de tudo afinado é só fazer o upload do ficheiro de configuração para a pasta /storage/hyperion/config no OpenELEC.

O resultado é algo como isto:



Comentários

  1. O efeito é indiscutivelmente giro mas para a vista não é cansativo ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma pergunta "habitual" para este tipo de engenhocas. A verdade é que não sei te responder corretamente, terias que ajuizar por ti com os teus olhos.

      Mas vê por este modo, podes sempre ajustar o numero de leds e a sua luminosidade, escurecer etc. Depois sabemos que ver TV no escuro não é bom para a vista e com isto tens sempre mais luz na "sala" e luzes e tons da cor do filme fazendo com que tenhas um ecrã consideravelmente maior.

      Claro que num filme de "horror" tradicionalmente mais escuro que este Mad Max ou que um filme de animação, serão esses que poderão te causar algum desconforto com mudanças súbitas de luminosidade. Mas tudo isso pode ser afinado, ajustar pretos, brancos e RGB.

      Eliminar
  2. Ola,
    este projecto é muito interessante, mas na tua opinião consegues ver um filme do inicio ao fim?

    Alem do cansativo não se torna incomodo ou "desnecessário"?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já uso isto há mais de um ano.... e filmes ou series vejo bastantes. Não é cansativo e aqui em casa ainda não ouvi ninguém a queixar-se.

      Uso sempre as cores dos leds sincronizadas com a imagem, mas podes definir tipo cores únicas ou tipo "arvore de natal" para ambientes festivos e etc.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares:

Linha de comandos: SED

Já me ocorreu ter que adicionar valores alfanuméricos em todas as linhas de um ficheiro de texto. Dependendo do numero de linhas esta pode ser uma das tarefas manuais em que desistimos logo antes de começarmos. Ou não se utilizarmos então o comando sed.
Através da consola de linux, o comando sed permite adicionar letras ou outros valores alfanuméricos antes ou depois das linhas de texto já previamente escritas num determinado ficheiro.
Ex: Em cada uma das linhas do ficheiro lista.txt, eu pretendia adicionar no inicio o seguinte (Inicio da linha). Com estas alterações a ficarem num novo ficheiro com o nome de "nova_lista.txt":
sed 's/^/Inicio da linha/' lista.txt > nova_lista.txt Com o mesmo exemplo mas para o final da linha:
sed 's/$/Fim da linha/' lista.txt > nova_lista.txt Também podemos combinar tudo num único comando que seria assim:
sed "s/.*/Inicio da linha&Fim da linha/" lista.txt > nova_lista.txt O resultado do ficheiro nova_lista…

The Zero Terminal (Portable Pi Zero W)

Há projectos do caraças e este Zero Terminal é um daqueles que faz todo o sentido quando utilizado com o novo Raspberry Pi Zero W!

Com um tamanho de um iPhone, têm ecrã de 3.5", uma bateria de 1500 mAh, HDMI Out e um teclado QWERTY completo deslizante. Só porque sim, quero um ;)

Fonte (AadM)