sábado, 26 de março de 2016

Deadpool (2016)

Deadpool pode ser já um dos blockbusters de Fevereiro de maior sucesso da critica e das bilheteiras... Mas foi também desde a primeira cena que percebi que não é o meu tipo de filme!

Estrelado pelo Ryan Reynolds (ele foi Deadpool em 2009 no Wolverine), o filme é o próprio Ryan Reynolds. Um ator que não consegue levar-se a serio que aqui diga-se é o ator "indicado" para o papel. 

Há que dizer que Deadpool está cheio de referencias cômicas a outros filmes e com muitas "one-liners" brilhantes que enchem a obra num divertimento algo incomum neste tipo de filmes. Uma historia de amor dividida em muitos segmentos explicados aos poucos por entre um festival de gore, violência, câmera lenta e CGI apressado... como a cena inicial na estrada logo após os créditos. Essa cena inicial é daquelas que arruínam filmes pois o seu nível de credibilidade é ZERO. E isto mesmo sabendo tratar-se de filmes de Marvel.

Para quem andava a ler criticas de que Deadpool é um lufada de ar fresco nos filmes de Super-Heróis... eu cá para mim prefiro sair a suar da sala de cinema enquanto houver cineastas como os irmãos Russo no Capitão America ou o Bryan Singer nos X-Men! E ainda há mais... deixaria a "Internet parva" se um dia publicar aqui no blogue a minha critica ao Green Lantern com o mesmo Ryan Reynolds que dá 20 a 0 a este Deadpool... enjoado!

3 comentários:

  1. Desculpa mas acho que estares a comparar Deadpool a qualquer outro herói (excepção ao Lobo que graças a este filme já foi aprovado) é das coisas mais injustas de sempre.

    O teu problema não é com o filme, o teu problema é com o personagem. E nesse sentido o filme tem todo o sucesso porque o capturou tão bem.

    Deadpool é paródia pura e dura, é extrema reacção à época, é exagero sem limite.

    O filne é rude, é violento, é abusador, é completa e absolutamente desrespeitoso para com tudo e todos. E é totalmente fiel à personagem.

    Estamos a falar de alguém que namora com a Morte, literalmente. De alguém que quebra a 4ª parede, que luta contra o Thanos, que mata os presidentes americanos retornados à vida (sim, isto aconteceu e o desenlace ocorre numa batalha num fogetão)... Digamos apenas que é um personagem que tem má relação com credibilidade.

    Mas sim... o CGI em muitos momentos foi absolutamente horrível.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. CGI porque o orçamento foi baixo não são desculpas como li aqui e acola!

      Gosto de ver todo o tipo de filmes e por mais esquisito que possa parecer mesmo em ficção gosto de sentir algum realismo coisa que não existe em Deadpool. Por vezes pensava que estava a ver o "Crank" com o Jason Statham. E Não vejo filmes só por serem "porreiros"

      Eliminar
  2. Sinceramente acho que gastaram demasiado no marketing e sem haver necessidade disso, o filme vendia a partir do momento em que dissessem ser R.

    Acho que o Crank é um bocadinho mais realista lol

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Popular no Blogue: